Skip to main content
header-image

Novo Relatório de Sustentabilidade da GE ressalta missão de tornar mundo mais eficiente em energia e aviação

GE Reports Brasil
July 19, 2023

Nos próximos 60 segundos, a tecnologia de energia da GE, de turbinas a gás e eólicas, a hidrelétricas, gerará eletricidade suficiente para abastecer milhões de residências por uma hora. Nesse mesmo período, cerca de 30 aeronaves equipadas com tecnologia de motores a jato da GE ou de um de seus parceiros decolarão — uma a cada dois segundos. Por mais impressionante que esse minuto seja, nos bastidores os engenheiros e cientistas da GE estão trabalhando para tornar esses avanços mais eficientes em termos de energia e ajudar clientes e governos em todo o mundo a descarbonizar suas operações.

As prioridades de sustentabilidade profundamente enraizadas da GE são destacadas na estratégia e nas operações da empresa e estão detalhadas no Relatório de Sustentabilidade de 2022, divulgado pela empresa recentemente. A terceira edição do documento anual analisa as metas e prioridades de sustentabilidade da GE e relata o progresso em mudanças climáticas, segurança e qualidade do produto, diversidade, equidade e inclusão, e muito mais. Ele assume uma importância adicional à medida que a GE se prepara para se separar no início do próximo ano em duas empresas públicas independentes, GE Aerospace e GE Vernova. “Tudo começa com nossa capacidade única de inovar novas tecnologias que o mundo precisa para enfrentar os desafios de sustentabilidade mais urgentes”, diz H. Lawrence Culp, presidente e CEO da GE. “Ao aprimorar nosso foco nas missões específicas de cada negócio, ganhamos mais oportunidades para a GE Vernova eletrificar e descarbonizar o mundo, para a GE Aerospace inventar o futuro do voo e para a recém-independente GE HealthCare criar um mundo onde a assistência médica não tem limites”, acrescenta.

Muitas dessas tecnologias já apresentam o melhor desempenho da categoria e estão ajudando a inaugurar um futuro mais sustentável. Por exemplo, uma única rotação das pás da robusta turbina eólica offshore Haliade-X de 13 megawatts (MW) da GE pode abastecer uma casa no Reino Unido por dois dias. As turbinas a gás, algumas funcionando com uma mistura de hidrogênio para ajudar a reduzir as emissões, estão permitindo o crescimento das energias renováveis, entrando em ação quando o sol não brilha ou o vento não sopra. Enquanto isso, os engenheiros da GE estão trabalhando em tecnologias inovadoras de captura de carbono em vários locais. Do lado da aviação, a GE Aerospace está explorando o futuro das tecnologias de ventoinha aberta e voo híbrido-elétrico, bem como combustível de aviação sustentável de baixo carbono (SAF). O motor a jato GE9X é o motor com maior eficiência de combustível em sua classe, mesmo gerando um recorde de 134.300 libras de empuxo, mais do que suficiente para alimentar o poderoso Boeing 777X.

Cumprindo e Definindo Metas

A GE cumpriu suas metas de emissões para 2020 antes do previsto, o que permitiu estabelecer uma nova meta para alcançar a neutralidade de carbono em suas próprias operações (conhecidas como emissões de Escopo 1 e 2) até 2030. Está no caminho certo: suas emissões de 2022 foram 28% menores do que uma linha de base de 2019 que usa para acompanhar o progresso.

A GE também articulou uma ambição mais ampla de ser uma empresa com zero emissões até 2050, não apenas para suas próprias operações, mas também para suas emissões de Escopo 3, aquelas que envolvem os produtos vendidos por seus clientes. Embora esteja otimista quanto ao progresso das tecnologias da GE até 2030, sabe que não serão suficientes para atingir as ambições em 2050. É por isso que tanto a GE Aerospace quanto a GE Vernova estão investindo hoje na próxima geração de tecnologias inovadoras para alcançar as mudanças que serão necessárias para os setores de energia e aviação. Em 2022, a GE investiu US$ 4,2 bilhões em pesquisa e desenvolvimento.

“Eu sei que eles terão sucesso tanto para seus acionistas quanto para a sustentabilidade ao inovar as soluções que o mundo mais precisa para acelerar essas iniciativas”, diz Roger Martella, diretor de sustentabilidade da GE.

GE Vernova: Eletrificação e Descarbonização

A tecnologia da GE Vernova ajuda a gerar aproximadamente 30% da eletricidade mundial, e a empresa tem um papel significativo para ajudar a resolver o trilema de fornecer energia mais sustentável, confiável e acessível. No ano passado, houve avanços significativos para ajudar a eletrificar e descarbonizar o mundo. Por exemplo, em 2022, seu protótipo de turbina eólica Haliade-X na Holanda completou três anos de operação e a GE Vernova lançou sua mais nova turbina eólica onshore de 3,4 MW para a América do Norte. Sua turbina a gás aeroderivada LM6000 operou com uma mistura de hidrogênio e gás natural durante a COP27 em novembro no Egito. A GE e a Technip Energies também iniciaram o desenvolvimento de um estudo para uma solução de captura de carbono.

Fabricar essas soluções robustas é um processo intensivo de energia. Mas a GE Vernova está avançando em direção à sua meta de neutralidade de CO2 em 2030 no chão de fábrica por meio de ações como a compra de energia de fonte renovável para suas instalações fabris e o aproveitamento do gerenciamento Lean, um sistema de ganhos incrementais e melhorias marginais. Em 2022, os treinamentos Lean em seu negócio Gas Power reduziram o consumo de energia de itens como iluminação, HVAC, ar comprimido e transporte em 24 locais, resultando em uma economia combinada de 43 milhões de quilowatts-hora (kWh) de energia.

“Vemos os objetivos de descarbonização e eletrificação como mutuamente inclusivos. Qualquer progresso no avanço da transição energética e no combate às mudanças climáticas também deve promover, ao mesmo tempo, a segurança energética”, diz Scott Strazik, CEO da GE Vernova. “Essa política e os ventos favoráveis seculares da indústria irão liberar uma enorme rampa de investimento e execução começando agora e aumentando na próxima década — e a GE está posicionada de forma única para trabalhar com nossos clientes para liderar esse esforço.”

GE Aerospace: o futuro do voo

Na GE Aerospace, quase 3 bilhões de pessoas voaram sob as asas de sua tecnologia em 2022, incluindo parceiros de joint venture. Avanços em aerodinâmica, arquitetura de motores e tecnologia de materiais para as linhas de produtos GE e CFM International resultaram em motores de aeronaves atuais consumindo 40% menos combustível e emitindo 40% menos CO2 do que os motores fabricados nas décadas de 1970 e 1980. O conjunto de tecnologias de motores de próxima geração da GE Aerospace — incluindo arquiteturas avançadas, como ventoinha aberta, híbrido elétrico e conceitos de propulsão elétrica — oferece o potencial de alcançar pelo menos 20% de melhoria adicional na eficiência de combustível em comparação com a tecnologia atual de motores de aeronaves. Em junho de 2021, a GE Aerospace e a Safran revelaram um programa de desenvolvimento de tecnologia chamado Programa CFM RISE (Inovação Revolucionária para Motores Sustentáveis), que demonstrará e amadurecerá uma gama de tecnologias novas e disruptivas para futuros motores que poderão entrar em serviço em meados da década de 2030.

A GE Aerospace também está apoiando iniciativas da indústria para aprovar e adotar combustível de aviação 100% sustentável (SAF), que pode ser feito de materiais à base de plantas, gorduras, óleos e outras matérias-primas alternativas. Embora todos os motores produzidos pela GE Aerospace e seus parceiros sejam capazes de funcionar com misturas aprovadas de SAF hoje, a empresa testou com sucesso uma variedade de motores — incluindo o Passport, HF120 e GEnx — com 100% SAF. O combustível será um dos pilares de seu esforço para zerar as emissões em 2050, tendo demonstrado reduzir as emissões gerais do ciclo de vida do CO2 em até 80% em comparação com os combustíveis fósseis. E o SAF feito por novas abordagens, como aquelas que convertem CO2 capturado e hidrogênio renovável, tem o potencial de eliminar as emissões de CO2 do ciclo de vida.

Promoção da Diversidade, Equidade e Inclusão

O relatório também integra o Relatório de Diversidade de 2022 da GE, que destaca o trabalho das empresas em diversidade, equidade e inclusão (DEI) e se alinha melhor com a forma como as principais empresas estão compartilhando seu progresso.

“Na GE, nosso foco em diversidade, equidade e inclusão (DEI) está enraizado na crença de que equipes e perspectivas diversas são essenciais para inventar as soluções que construirão um mundo que funcione”, disse Brandi Thomas, diretora de diversidade e vice-presidente e diretora executiva de auditoria da GE. “Ao trabalharmos juntos, podemos promover uma cultura inclusiva que garanta que todos os funcionários se sintam aceitos, respeitados e tenham um sentimento de pertencimento.”

O relatório destaca o foco e os esforços da empresa em três pilares estratégicos — transparência, responsabilidade e comunidade — para alcançar o progresso DEI sustentável e de longo prazo e compartilha de forma transparente a representação da GE e os dados de equidade salarial.

Leia o relatório completo aqui.